Vaca leiteira – A ordenha de leite materno

Vaca leiteira – A ordenha de leite materno

Ordenhar leite materno não é nenhum bicho de sete cabeças, mas também não é exatamente a coisa mais simples do mundo. Calma, calma! A intenção não é nem de longe desestimular a ordenha, pelo contrário. É somente informar e destacar alguns dos problemas mais comuns que as mães que precisam ou desejam ordenhar enfrentam durante o processo.

A primeira questão é definir qual o processo de ordenha ao qual você melhor se adapta. É questão de gosto mesmo. Tem gente que acha mais fácil fazera ordenha manual. Outras preferem a bomba manual e outras ainda se dão melhor com a bomba elétrica.

E como saber em qual desses tipos você se enquadra? Sugiro começar as tentativas manualmente mesmo. As bombas manuais são mais baratinhas e é até possível comprar uma para experimentar, mas as bombas elétricas são mais caras e é melhor experimentar antes de investir na compra. Que tal emprestar de uma amiga ou então alugar uma?

Já falamos antes aqui que o processo de produçpão de leite materno não é só físico, é uma junção de fatores físicos e psicológicos, por isso, não se engane, amamentar seu lindo bebezinho com todo o carinho e amor, olhando para o rostinho dele e examinando as expressões que o pequenino faz enquanto mama não é a mesma coisa de ordenhar com uma máquina em pé, com pressa, pensando no seu saldo do banco e nas contas pra pagar, entendem?

Uma dica para melhorar isso é arrumar um canto tranquilo e sossegado para tirar o leite. Pode parecer maluquice, mas pensar no seu filhote, lembrar dele mamando – pode até usar uma foto mesmo pra ajudar, sentir o cheirinho dele – que tal uma fraldinha de boca, héim? – podem ser estímulos valiosos para uma boa ordenha.

Muitas vezes ordenhar pode ser dolorido, sim, principalmente se, por exemplo, aquela seria a hora do seu bebê mamar e você está ordenhando sozinha enquanto a criança está em uma escolinha, por exemplo. O fato do peito estar cheio pode deixar o leite um tanto quanto empedrado e consequentemente deixar os seios doloridos. Por isso, antes de ordenhar é legal fazer uma massagem nos seios, sentindo os pontos onde ele está mais firme ou mais sensível. Isso facilita a saída do leite.

Quando o bebê mama a gente não tem muita noção da quantidade de leite que ele ingere. Não adianta achar que você logo de cara vai ordenhar 300 ml de leite em cada peito e estocar leite materno para a semana toda em meia hora. Pode até acontecer mas, sinceramente, acho difícil.  Não vou nem tocar no assunto quantidade de leite a ser ordenhado para não gerar aquelas comparações que não levam a nada. Tenham em mente que cada pessoa é de um jeito e cada bebê mama de um jeito também.

Não preciso nem dizer que o cuidado com a higiene ao ordenhar é fundamental, né? Lave muito bem as mãos para evitar contaminação! Para finalizar, só posso parabenizar quem se dispõe a ir contra a corrente e manter a amamentação mesmo voltando a trabalhar ou com a criança na escola. Também dou a maior força pra quem pensa em ordenhar para poder passar um tempinho a mais longe do bebê, seja para passear, estudar, trabalhar ou mesmo namorar, coisa que toda mãe merece não é mesmo?

Muito leite pra vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *